Thiago Stresser Jacomite

Year: 2018-19

Thiago Stresser Jacomite

School: Colégio Vicentino São José, Curitiba

Teacher: Denilso Geraldo Delfrate

City: Curitiba, Paraná


(Original essay)

No dia 25 de março de 1655, Christiaan Huygens apontou seu telescópio na direção de Saturno, com intenção de estudar os anéis, e se surpreendeu quando viu que para além dos anéis Saturno tinha uma grande lua. Mais tarde, em 1847, John Herschell batizou a lua com o nome Titã.

Titã é a maior lua de Saturno e a segunda Maior lua do sistema solar, com 5.149,46 km de diâmetro (Maior que o planeta Mercúrio), é composta por metade gelo de água e metade material rochoso e a temperatura de sua superfície é cerca de -179,2 ° C.

Algo que é único sobre Titã é que ela é a única lua com uma atmosfera significativa. A composição atmosférica de Titã é de nitrogênio (97%), metano (2,7 ± 0,1%), hidrogênio (0,1-0,2%) com traços de outros gases. Além disso, na superfície de Titã existem lagos e mares de hidrocarbonetos (moléculas que contêm apenas carbono (C) e hidrogênio (H) em sua composição) e criovulcões (vulcões que expelem substâncias voláteis, como água, amoníaco ou metano em vez de lava).

O experimento de Miller-Urey e outros experimentos mostraram que, com uma atmosfera semelhante à de Titã e a adição de radiação UV , moléculas complexas podem ser geradas. Titã tem uma camada orgânica que cobre toda a sua superfície, por isso Titã tem semelhanças com a Terra primordial. O criovulconismo em Titã é importante, pois libera água liquida a superfície orgânica. Por causa de sua baixa temperatura, Titã tem sido vista como uma Terra primitiva no congelador.

Acho que uma visita a Titã seria útil, já que é a lua com a atmosfera mais desenvolvida e tem possibilidade de gerar formas de vidas simples. Se conseguíssemos enviar alguma sonda a Titã, seria interessante se junto fosse enviado um submarino ou um objeto flutuante para estudar seus lagos os mares.

(English translation)

On March 25, 1655, Christiaan Huygens pointed his telescope towards Saturn, intending to study the rings, and was surprised to find that beyond the rings Saturn had a large moon. Later, in 1847, John Herschell named the moon Titan.

Titan is the largest moon on Saturn and the second largest moon in the solar system, 5,149.46 km in diameter (Larger than planet Mercury), is made up of half water ice and half rocky material and its surface temperature is about at -179.2 ° C.

Something that is unique about Titan is that it is the only moon with a significant atmosphere. The atmospheric composition of Titan is nitrogen (97%), methane (2.7 ± 0.1%), hydrogen (0.1-0.2%) with traces of other gases. In addition, on the surface of Titan there are lakes and seas of hydrocarbons (molecules containing only carbon (C) and hydrogen (H) in their composition) and cryovolcanoes (volcanoes that expel volatile substances such as water, ammonia or methane instead of lava).

Miller-Urey's experiment and other experiments have shown that with a Titan-like atmosphere and the addition of UV radiation, complex molecules can be generated. Titan has an organic layer that covers its entire surface, so Titan has similarities to the primordial Earth. Cryovulconism on Titan is important as it releases liquid water to the organic surface. Because of its low temperature, Titan has been viewed as a primitive Earth in the freezer.

I think a visit to Titan would be helpful as it is the moon with the most developed atmosphere and has the possibility to generate simple life forms. If we could send a probe to Titan, it would be interesting if a submarine or a floating object were sent to study its lakes and seas.

Solar System News