Maria

Year: 2015-2016

Age: 18 years old

School: Escola Estadual 13 de Maio

City: Tangará da Serra - MT

Teachers: Joselaine Oliveira Santos and Silvana Copceski Stoinki


Target: Jupiter

Quatro pontos luminosos orbitando um astro central, foi o que, em 1610, Galileu Galilei observou ao apontar uma pequena luneta para Júpiter, antes conhecido como estrela errante. Os pontos luminosos se tratavam das principais luas de Júpiter, os desenhos do astrônomo, resultado de suas sucessivas observações, o levou a conclusão de que estes pontos giravam em torno de Júpiter, Galileu não sabia ao certo do que se tratava, mas algo, naquele instante estava certo, as grandes descobertas científicas

Em um intervalo de apenas 400 anos, a exploração do espaço partiu de uma pequena luneta para as mais complexas máquinas, com poderes inimagináveis. Com o programa Marine, a NASA iniciou o lançamento de outras sondas que mergulhando sistema solar adentro, resultou em uma série de incríveis descobertas. Um dos planetas que carrega inúmeros mistérios intrigando cientistas de todo o mundo é Júpiter que dista aproximadamente 770.106 km do Sol. Em 1979 informações sobre seus discretos anéis foram detalhados pelas sondas Voyager 1 e 2.

A matéria que o constitui equivale ao dobro da soma da massa de todos os outros planetas, é extremamente massivo, por isso, possui um forte abraço gravitacional. Este fenômeno definiu seus anéis e mais de 60 satélites naturais. Sua forte magnetosfera contrai níveis altíssimos de radiação. A atmosfera é formada primariamente por Hidrogênio e Hélio, um dos fatores que levou os cientistas a concluírem que Júpiter poderia ter sido uma estrela em formação, sem peso o bastante para resultar uma fusão nuclear, se transformou em planeta. Hoje há evidências da existência de um pequeno núcleo sólido, porém seu caractere predominante é composto principalmente por fluídos levando aos aspectos que o caracteriza: suas notáveis faixas e sua grande mancha vermelha (um furacão ativo há séculos). Descobrir de forma detalhada o que ocasiona os fenômenos climatológicos em Júpiter é o sonho de muitos meteorologistas, ventos que atingem 600km/h chamam atenção. Como o planeta surgiu é um grande mistério, e desvendá-lo pode levar os cientistas a descobrirem como surgiu os outros planetas e como sua presença influencia a existência de vida na Terra.

É vida que busca vida, definição perfeita para a incansável luta pela exploração do espaço. Não só o planeta atraí olhares científicos, como também suas luas galileanas em especial Europa, composta por gelo e com indícios de oceanos submersos e locais onde a temperatura contribui para a existência de vida. Para astrônomos em busca de vida extraterrestre, a água é um fator importante, o objetivo dos cientistas é ir ainda além de Júpiter e Europa, e encontrar exoplanetas (Planeta fora do nosso sistema solar) onde suas condições possuam requisitos fundamentais para que obtenha vida. Os cientistas avaliam principalmente: sua estrela com características semelhantes ao Sol, e se encontrar em um local denominado "zona habitável". Portanto, preparar sondas e conhecer planetas mais próximos é um importante passo para iniciar essa jornada. Para descobrir os segredos do nosso universo, estamos sozinhos? Ao observar suas escalas astronômicas é pouco provável.

Solar System News